quinta-feira, julho 12, 2007

Um Même

Deste vez foi a Bicho de Conta que me desafiou. Um Même foi-me atribuído, mas de outra espécie. Confesso que esta corrente me deixou desde o início um pouco confusa, principalmente porque me foi difícil perceber o seu sentido. Li as explicações que me foram fornecidas mas tudo me pareceu demasiado filosófico e inatingível. Este no entanto, adquire outros contornos. Bichodeconta fez por se apresentar ou desvendar um pouco de si própria. Vou tentar seguir a sua linha de pensamento e mostrar-me um pouco mais.

Do meu perfil já têm uma pequena amostra: crítica e amiga dos meus amigos. Volúvel e trabalhadora.

- Terra a terra também sou. Prática, essencialmente no raciocínio. Filosofia não é comigo - é demasiado devaneio.
- Optimista por princípio (já sei que ultimamente não parece, mas eu curo-me, garanto!)
- Sou boa ouvinte (poderão garanti-lo todos os que comigo desabafam), mas quando sou eu que preciso, acho que ninguém tem obrigação de me aturar, e guardo ou escrevo.
- Sou tolerante no tracto ( o mundo seria bem melhor se esta qualidade estivesse mais valorizada por aí)
- Adoro o mar. Costumo dizer que renasço no Verão tal é o bem que o sol e o mar me fazem (tinham que estragar tudo com as notícias sobre os malefícios do sol?)
- O meu poema preferido é o Cântico Negro de José Régio. (Não vou por aí e escusam de me perguntar porquê)
- Ouço música e gosto, mas preciso mais ainda dela quando estou triste.
- Sempre gostei de fotografia mas só há pouco tempo adquiri a máquina que me permite fotografar como gosto e agora ... aturem-me nos Meus Olhos !!
- Detesto cozinhar (já é azar ter nascido mulher!) e só o faço ... porque não aguento comer sandwiches todos os dias, não é!
- Tenho um sono de pedra (até hoje é difícil haver algo que me tire o sono) e dizem que às vezes falo a dormir.
- Sou "cotovia" - vivo melhor as manhãs - mas confesso que estou em mudanças: são três da manhã e ninguém me convence a levantar-me amanhã às 8.
- Provérbio: "Os cães ladram e a caravana passa"


Defeitos, defeitos ... será possível que não me ocorra nenhum?
Desafio agora eu! Mana! Zés! Ana! Já que me conhecem de perto, façam o favor de completar o retrato e digam lá os meus defeitos !!! Amigo tem obrigação de saber!

24 Comments:

Blogger viajante said...

Qualidades? Só mais esta:
Escreves muito bem.
Defeitos(?) ? Demasiado fechada.

8:21 da manhã  
Blogger Era uma vez um Girassol said...

Muitas qualidades, Dulce!
Os defeitos são para esquecer...
Gostei de te conhecer melhor.
Beijinho

8:58 da manhã  
Blogger Ana Fundo said...

Dulcinha,

Para mim, tens muitas qualidades, principalmente a de seres muito integra, doce, amiga, e de podermos contar sempre contigo, nos bons e maus momentos.
Sorte daqueles que te podem ter como amiga :-)
Beijinhos doces
Ana

9:42 da manhã  
Blogger Bichodeconta said...

Parabéns, desafio não só aceite, como e sobretudo muito bem conseguido... Para além de escreveres com o coração, com a alma, és certamente uma pessoa muito do meu agrado...Deixo um abraço .. e vamo-nos encontrando certamente por aqui... O mar está tão presente na nossa vida.. o sol e amúsica são também ponto de união... Voltarei... Beijokas. Ell

11:00 da manhã  
Blogger Naeno said...

pra ti já nesta manhã, chata

Triste pássaro
Vi em teu olhar
Na hora do Adeus
Enquanto o táxi
Singra nas ruas da cidade
Eu mergulho na visão de antigos casarões
Triste andorinha
Vi em tua face
Da hora do adeus
Enquanto o táxi
Fere a noite da cidade
Busco teu riso em solitárias canções

Esta canção não diz da minha dor
Nem da medida da minha solidão
Era pra ser uma canção de amor
Ficou somente uma triste canção
Senti-me então um pássaro sem asa
Eu não sou mais um pássro voador
Enquanto o táxi deixava a nossa casa
Em direção a solidão sem cor.

Naeno
Um beijo

11:30 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

És lindaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!

Por dentro, por fora, por cima, por baixo (salvo seja!), pelos lados...

Defeitos????????????

Falas muito ao telefone!

Que tal? Encontrei um.

Adoro-te, és a melhor amiga que já tive, és a minha Irmã.

Bjs.

Escrevi

11:49 da manhã  
Blogger Besnico di Roma said...

Pronto, pronto, não te lamentes… uma vez ou outra poderei cozinhar para ti.
Nunca percebi a razão pela qual as pessoas se levantam cedo. Já me disseram que gostam das manhãs e de ver nascer o dia…
Ora bolas! Isso também eu gosto, é por essa razão que me deito mais tarde.

12:24 da tarde  
Blogger José said...

Se neste jardim só houvesse Dulces,
este seria o paraíso
à beira Sol plantado.

A Dulce dá-se muito a conhecer nas suas palavras verdadeiras.
A Dulce deu-se a conhecer pelas escolhas que nos trazia e traz de outros autores.
A Dulce é a amiga fraterna que qualquer pessoa necessita de ter.
( por isso é muito concorrida )

Hoje em dia a vida não tinha razão de ser sem a tua convivência, Miúda.

Bem hajas, um beijão

3:37 da tarde  
Blogger wind said...

Ó mana o único defeito que encontro em ti às vezes é seres fechada demais:)))
Ao contrário de mim que sou uma espalha-brasas.lololol
De resto és extraordinária:)
Até no fazer comer somos paarecidas:)))
Beijos

4:43 da tarde  
Blogger alexandrecastro said...

de blog em blog vim aqui parar!!!
parabéns também pela escrita

5:25 da tarde  
Blogger anatema said...

Hola amiga Dulce.

Me alegra mucho de volver a leerte. La verdad es que no paso tanto tiempo como pasaba ante los blogs. Sólo vengo esporádicamente y reconozco perderme las joyas literarias que nos ofreces, siempre.
Muy bonito texto.

Sobre lo que me dices de que no entiendes parte de lo que escribo, tal vez sea un poco farragosa. En esta ocasión es fácil:

Como sabes, en la Edad Media, a las entradas de los castillos, para protegerse del enemigo, solían colocar afilados cantos para, cuando llegaban los caballos, se asustaran y cayeran al suelo.

Relaciono ese hecho con nuestros sentimientos, que a veces, nos cerramos en nosotros mismos para que no los descubran. Era así de simple.

Un beso muy fuerte.

7:59 da tarde  
Blogger Maria Valadas said...

Uffa.... até que enfim que vou recuperando todos os links.

Entrei pelo Blog de outro amigo e encontrei-te.

Adorei conher a mulher que há em ti... E quem melhor do que tu para o dizeres!

Apenas sei... que quando te visito... Gosto do sentir das tuas palavras!

Beijos da


Maria

11:41 da tarde  
Blogger A. Jorge said...

Porque será que não me surpreendeste em nada?

Abraço

Jorge

http://vagabundices.wordpress.com/

12:28 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Pois claro.Cada um é como cada um. Os amigos não têm obrigação de coisa nenhuma. Penso eu.

1:59 da manhã  
Blogger mfc said...

Acompanhamo-nos no Cântico Negro... e em muitas outras coisas, como dá para ver neste ano que nos visitamos.

2:49 da manhã  
Blogger poetaeusou said...

/
é a
cibernética
dulce
,
j
/

10:49 da manhã  
Blogger DE-PROPOSITO said...

Provérbio: "Os cães ladram e a caravana passa"
----------------
Nem sempre. Por vezes ladram, e não deixam a caravana passar.
Direi: 'coisas do arco da velha' ,
só eles é que fazem barulho. Os outros mesmo que façam, não se conseguem fazer ouvir.
Felicidades.
Um beijinho para ti.
Manuel

1:05 da tarde  
Blogger Trintapermanente said...

Que complicado.
Beijinho, Dulce

4:32 da tarde  
Blogger Pepe Luigi said...

Hoje tive oportunidade de te conhecer melhor, o que para mim foi algo de encantador.
Nao sabia que a Wind era tua irmã?
Ou estarei eu a fazer confusão!

Quando te designares passar novamente no meu espaço, já lá tenho um poema que decerto irás gostar.

Um beijinho
do Pepe.

12:06 da manhã  
Blogger perplexo said...

Nada enfatuada.

12:30 da manhã  
Blogger Ponto Verde said...

Vereador do ambiente do Seixal sugere que defensores de zona verde poderiam ter ateado fogo a uma floresta para que não construíssem nela!

ver em www.a-sul.blogspot.com

7:14 da tarde  
Blogger Su said...

gostei de saber...acho que já sabia....por toda a tua escrita sentida, lucida, corente.........sim ..sabia.........e tanta coincidencia em mim.......

jocas maradas sempre

10:41 da tarde  
Anonymous Valeria Mendez said...

Diria que se alguem escrevesse sobre a nossa Amiga, o titulo do livro perfeito seria MULHER ESPELHO.

2:07 da manhã  
Anonymous Didi said...

Presunçosa a menina, hã? Não te lembras de nenhum defeito? Sabes que a falta de modéstia é um... Estou a brincar...! A fifi também queria participar da listagem dos defeitos, mas também não me lembro de nenhum... O que faz não passarmos os dias todos juntas: esquecemo-nos até daquelas coisinhas que nos irritavam (por exemplo, seres barulhenta de manhã, quando toda a gente quer dormir e tu fechas o armário como se viesse um vendaval lá de dentro :-p).
Beijocas!

7:27 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home