sábado, setembro 23, 2006

...

"Pode-se viver na casa mais bonita do mundo, mas é a nossa alma, do princípio ao fim, que habitamos."

PAIXÃO, Pedro, "Viver todos os dias cansa", Livros Cotovia, Lisboa, 1995, p.93

9 Comments:

Blogger wind said...

"Na mouche"!
beijos

2:44 da tarde  
Blogger António Rosa said...

PEDIDO DE AJUDA A TODOS OS AUTORES DO LIVRO “QUE É O AMOR?”

Criei o sítio “Que é o amor? – o blogue do livro” para dar continuidade à ideia da publicação do livro, para que este assunto não se perca no meio das postagens do “Postais da Novalis”.

O endereço é este:

http://queeoamor.blogspot.com


A ajuda que peço é esta: que gastem uns minutos do vosso tempo e numa rápida ida até esse blogue, verifiquem, na coluna da direita:

1) Se não me esqueci de lá colocar o linque do seu blogue.

2) Se o nome do blogue está correctamente escrito, bem colocado por ordem alfabética e se funciona bem quando se clica.

Se houver alguma anomalia, por favor, deixem um comentário no próprio blogue.

Um abraço,

António.

3:16 da tarde  
Blogger José said...

Uma grande verdade. O que tu nos consegues lembrar.
Beijinho duce, de Outono.

4:51 da tarde  
Blogger Era uma vez um Girassol said...

Muito bonito e verdadeiro...
É com a nossa alma, no mais profundo do nosso ser que está a nossa essência...É com ela que nos devemos preocupar e cuidar!
Bjs

8:13 da tarde  
Blogger A Rapariga said...

O Pedro Paixão escreve como nós pensamos, mas não conseguimos dizer.
É a verdade!
A alma é a nossa casa
Bom fim de semana

8:38 da tarde  
Blogger marakoka said...

a minha alma é muito maior que a minha casa

gostei de ler

jocas maradas

9:38 da tarde  
Blogger Minda said...

A minha casa é pequenina mas a minha alma transforma-a numa mansão, por isso é nela que eu habito. Um bom domingo.

12:53 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

É. Beijos.

9:39 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Eu espero ter duas casas!

12:44 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home