domingo, maio 21, 2006

...


"... dormir com alguém é a intimidade maior. Não é fazer amor. Dormir, isso é que é íntimo. Um homem dorme nos braços de uma mulher e a sua alma se transfere de vez."

COUTO, Mia, "Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra", Caminho, Lisboa, 2002, p.46

(Foto em www.trekearth.com)

7 Comments:

Blogger DE PROPOSITO said...

Nunca li nada de Mia Couto, talvez um ou outro texto resumido. Não se pode ler tudo. O nome é sobejamente conhecido.
Fica bem.
Manuel

1:25 da tarde  
Blogger wind said...

Tenho esse livro. Essa frase é tão verdadeira que até arrepia:) beijos

1:45 da tarde  
Blogger lena said...

Mia Couto, tenho tudo o que encontro dele, adoro lê-lo, e este livro é excelente

conseguiste tirar dele uma das frases mais envolventes, de um sentir sem limites

Mia Couto traduz, de uma forma irónica e profundamente poética, a situação de conflito vivida por uma elite ambiciosa e culturalmente distanciada da maioria rural

adoro as tuas partilhas, doce Dulce, porque me encantas e fazes muitas vezes reviver o que às vezes já há muito arrumei na estante e outras partilhas que não conhecia, fazendo com que me interesse por elas

beijinhos meus muitos e um abraço

lena

2:45 da tarde  
Blogger escrevi said...

Mia Couto e papoilas, a união não podia ser malhor.

Um beijo

4:41 da tarde  
Blogger Su said...

assim é...
jocas maradas de abraços

6:43 da tarde  
Blogger axadresado said...

a maior intimidade é dormir com alguém mas, sobretudo, viver com alguém.
porque hoje a maioria das pessoas não vivem, apenas,
existem.
bjs

7:22 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Não concordo. Mas também não sou homem.

11:38 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home