segunda-feira, agosto 07, 2006

Viagem

Erro pela noite. Corro na direcção oposta do desejo.
Contra mim os faróis disparam tiros certeiros que não me atingem.

(E no entanto ...)

... a estrada resume-se a este fundo buraco negro. Queria acordar no fim da viagem ... apressar o retorno e assim encontrar-me(te) no momento exacto.

(E no entanto ainda há pouco ...)

... tocava aquela música ... aquela em que prometemos encontrar-nos num futuro ainda por escrever. Quase te sinto respirar na minha orelha ... quase toco o teu corpo fluido ...

(E no entanto ... ainda há pouco era verdade!)

4 Comments:

Blogger anatema said...

....y todo puede seguir siendo verdad. Basta que lo desees intensamente.

Besos amiga Dulce.

11:40 da tarde  
Blogger wind said...

"Contra mim os faróis disparam tiros certeiros que não me atingem."
Logo, ainda pode ser verdade:)
beijos

12:03 da manhã  
Blogger Poemas e Cotidiano said...

Hoje estou tirando um tempo para conhecer os Blogs.
E fiquei encantada com o seu. Que rosto mais simpatico, que expressao mais amiga!
E que lindo escrito.
Adorei!
Beijos
MARY
PS: Lindo o video!

4:10 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

No entanto...Um beijo.

12:41 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home