terça-feira, fevereiro 14, 2006

...


"(...) Pareciam o sol e a lua ao encontrar-se, depois de se procurarem durante dias e noites. "

JANER, Maria de la Pau, "As mulheres que há em mim", Dom Quixote, Lisboa, 2005, p.219

16 Comments:

Blogger wind said...

Linda "imagem" poética:) beijos

10:57 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Muito belo, Dulce. Beijos.

11:28 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

...a Carta vem depois de A Canção que abre o Blog. Ou ainda não passaste lá?

1:40 da tarde  
Blogger augustoM said...

Dulce, essa procura daria em eclipse, o amor na penumbra.
Um beijo. Augusto

1:43 da tarde  
Blogger José said...

Ou daria uma tempestade?!
Um beijo.

2:58 da tarde  
Blogger Carmem L Vilanova said...

Amiga,
Happy Valentine´s Day... Como nao podia deixar de ser, deixei uma pequena mensagem aos meus amigos lá no meu blog, e, claro, esta mensagem é para ti também!
Beijos, flores e muitos sorrisos para ti!

6:24 da tarde  
Blogger AS said...

Dulce suspeito que a lua se encontra com o sol ás encondidas...

Beijosssss

7:58 da tarde  
Blogger JPD said...

Belos textos que aqui deixaste, Dulce -- dia 13 e o de hoje.
Tomei nota e irei folhear as «As Mulheres Que Habitam em Mim» logo que voltar à FNAC. Já leste «As Cidades Invisíveis» de Calvino? -- Todas têm nome de mulheres. Extraordinário livro.
Bjs

9:56 da tarde  
Blogger lena said...

bela a imagem que bem enquadra, depois de tanta procura,

que feliz encontro


beijinhos para ti, Dulce


lena

12:05 da manhã  
Blogger luis manuel said...

Procuravam-se e não se encontravam.
Era como se um aparecesse e o outro desaparecesse.
Não se sabia quem chegava primeiro, ou quem se ia depois.
Só quando se encontraram - finalmente, viram e sentiram que sempre tinham estado juntos, ligados pelas raízes.
Onde começava um acabava o outro...
O beijo que não tinha fim.

Dulce
Um beijo, amiga.

1:34 da manhã  
Blogger AQUENATÓN said...

Só o amor nos eleva, à condição imortal.

Tudo está dentro de nós e se projecta
além de nós, quando estamos envolvidos nesse lume que não queima.

Bji

10:55 da manhã  
Blogger Cláudia said...

Nem é bom pensar na intensidade desses encontros tão aguardados... Tenho saudades de me sentir assim.

Beijinho ***

2:08 da tarde  
Blogger kimikkal said...

:)

Bela definição de amor.

3:18 da tarde  
Blogger paopbocca said...

é o amor...a paixão...tu e eu...
muito bonito

4:10 da tarde  
Blogger A Rapariga said...

Lindo!

toma nota do meu novo blog, se quiseres fazer uma visita.

http://araparigasamor.blogspot.com

Beijos mil

4:24 da tarde  
Blogger anatema said...

El sol y la luna: (E L L O S...)

A encontrarse en la eternidad.

Hermoso.

10:44 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home