quinta-feira, dezembro 21, 2006

Que bom que é Natal!

Hoje foi dia de partilha. De alegrias. De palavra. De sorrisos e de lágrimas também.
Almoço com um amigo e antigo colega de faculdade. Jantar com duas amigas de curso.
É Natal e felizmente que assim é pois permite estes deliciosos encontros. O subterfúgio perfeito. A justificação que não deveria ser necessária.
A vida afasta-nos daqueles que nos são queridos. O trabalho exige demasiado de nós - espartilha-nos a horários e deveres. A vida familiar pede-nos outro tanto e assim nos vamos privando das coisas que nos dão prazer. E passa um dia. E passa um mês. E passa um ano. Lembramo-nos dos amigos mas pensamos que "agora não é oportuno telefonar". Porque é hora de trabalho. Porque é hora de jantar. Porque é hora de descanso. E o tempo vai correndo.
E por vezes ... bastariam cinco minutos do nosso tão precioso e ocupado tempo. Um minuto apenas das nossas vidas para dizer "olá como estás". Para dizer que estamos aqui e nos lembramos. Para mostrar que temos saudades. Porque a vida é tão curta e os dias se somam sem darmos por isso. Porque o tempo é incerto.
Que bom que é Natal! A justificação perfeita para todos os encontros adiados. Para todos os telefonemas. Para todos os abraços!

10 Comments:

Anonymous poetaeusou said...

É Natal.
É Natal.
Paz e Amor sem fim.
Vamos todos partilhar.
O Além de Mim.
É Natal.
É Natal.
Paz e Amor sem fim.
Vamos todos partilhar.
O Além de Mim.
Prosas muito belas.
Escritas com rigor.
São pequenas pérolas.
Emanando amor.
Prosas cativantes.
Peças de marfim.
Temas interessantes.
Sabedoria sem fim.
Tem outra vertente.
É de artista crêem.
Um valor emergente.
No que os meus olhos vêem.
É Natal.
É Natal.
Paz e Amor sem fim.
Vamos todos partilhar.
O Além de Mim.
Lá, lá, lá, lá, láááá.

Musica: Jingle Bell.
Letra: poetaeusou
Para:
Aquela Mão.
Aquela Pose.
Aquele Sorriso.
poetaeusou(comcarinho)

1:18 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Vim aqui desejar umas festas felizes, sobretudo que seja um fantástico ano de 2007.

Hoje, o meu blogue "Postais da Novalis" cumpre o primeiro aniversário. Recordo-me que foi criado debaixo de uma neura natalícia tremenda.

Abraço.

António

9:18 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Tens razão! Beijinhos.

10:06 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Dulce: "poetaeusou" fez-te um elogio elegante. Vaidosa, hem?

11:24 da manhã  
Blogger wind said...

Leio-te e penso comigo própria como isso é verdade.
Só nesta altura mando sms para pessoas que já não vejo há anos e que éramos amigos.
Tomar consciência disso, há muito que tomei, mas é como escreveste, adia-se sempre com um pretexto qualquer.
Bom Natal:)
beijos

11:33 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Boas Festas e o melhor para 2007.

11:48 da manhã  
Blogger escrevi said...

Uma visão muito optimista, porque também se faz muita coisa no Natal só porque "a tradição obriga".

Bjs.

1:03 da tarde  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

À doce Dulce desejo um doce Natal e um dulcíssimo Ano de 2007!!!

2:34 da tarde  
Blogger TINTA PERMANENTE said...

É verdade que passamos muito tempo a ter e muito pouco a ser e, mesmo esse pouco, sempre pensamos vir a ser...
Votos de um Natal de Paz

2:42 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Um abraço enorme para ti... não só porque é Natal... mas porque me apetece!
Feliz Natal minha querida @miga, e tudo de bom para ti!

10:25 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home