quinta-feira, maio 25, 2006

Um cravo para o Fernando Bizarro

10 Comments:

Blogger Adryka said...

Venho deixar-te um grande abraço.

5:45 da tarde  
Anonymous Firmino Mendes said...

Olá, Dulce! Ainda com o coração apertado pela morte do nosso querido Fernando Bizarro, quero informar a blogosfera que faremos um JANTAR DA IRMANDADE BLOGUEIRA, no dia 24 de Junho, sábado, no Restaurante Alfredo, no Centro Cívico de Carnaxide, precisamente onde este movimento foi lançado pelo Fernando!
Saudações além de nós!
Firmino Mendes

10:11 da tarde  
Blogger anatema said...

Hola Dulce. Tristes palabras para homenajear al amigo que se fue.

Un beso para ti.

10:38 da tarde  
Blogger wind said...

Ele gostaria de o ver:) beijos

10:42 da tarde  
Blogger lazuli said...

Dulce, "aquele" abraço para ti

12:44 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Cravos vermelhos a encherem o seu coração, como ele encheu o nosso com tudo aquilo que significa sempre para nós, a sua presença. Beijinhos, amiga.

10:22 da manhã  
Blogger Menina_marota said...

Vim deixar-te um abraço carinhoso e solidário. Levo uma pétala do cravo, o Fernando não se importará com toda a generosidade que possuía no coração.
Abraço-te

7:42 da tarde  
Blogger luis manuel said...

Dulce
Não escrevi mais...
Falar do vosso amigo Fernando, quase seria incorrecto, se eu não soubesse o quanto vive em vós, o tal espirito fraterno que ele tanto pugnava, ao que me é dado conhecer.
Por isso, á distância curta, de quem se oferece com sinceridade, eu partilho o gesto e a dádiva, de uma flor tão especial.

Um abraço para vós, amigas e amigos.
Bem hajam pela vida que partilharam.

Para ti, um beijo, amiga.

11:31 da tarde  
Blogger zecadanau said...

Minha querida Dulçe;
Obrigado pelas tuas doces palavras deixadas na Catrineta.

Um @bração do
Zec da Nau

2:48 da tarde  
Blogger dinorah said...

E roubo ao Fernando um cravo também. Para o Tó. Neste mesmo dia (25-05-2006).

E acredito que ambos não morreram...


(Desculpa a invasão.)
beijinho

12:38 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home