segunda-feira, abril 24, 2006

Liberdade

Sobre esta página escrevo
Teu nome que no peito trago escrito
Laranja verde limão
Amargo e doce o teu nome

Sobre esta página escrevo
O teu nome de muitos nomes feito
Água e fogo lenha vento
Primavera pátria exílio

Teu nome onde exilado habito e canto
Mais do que nome: navio
Onde já fui marinheiro
Naufragado no teu nome

Sobre esta página escrevo
O teu nome: tempestade.
E mais do que nome: sangue
Amor e morte. Navio

Esta chama ateada no meu peito
Por quem morro por quem vivo
Este nome rosa e cardo
Por quem livre sou cativo.

Sobre esta página escrevo
O teu nome: liberdade.

ALEGRE, Manuel, "A praça da canção", Centelha, Coimbra, p. 149/150

5 Comments:

Blogger AQUENATÓN said...

VIVA A LIBERDADE !

Bji

9:12 da manhã  
Blogger travessias said...

Sobre esta página escrevo:
A Coragem de uns para o bem estar de todos.

9:52 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Um dos mais belos poemas do Manuel Alegre! Liberdade!! Beijos.

10:36 da manhã  
Blogger escrevi said...

Muito bonito.

Lembro-me tão bem de ouvir este poema cantado.

Um beijo grande e que viva o espírito de Abril.

12:38 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Grande é o Poema! E o poeta que o escreveu?
Gostei do rigor final....., muito "académico" e "cientificamente correcto"..
ALEGRE Manuel.....

12:44 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home