segunda-feira, janeiro 14, 2008

Domingo

A tarde deste domingo chuvoso e cinzento decorreu lenta como seria de esperar. Domingos como o de hoje são para serem passados no nosso canto do sofá, aquele que tem o nosso nome escrito, e, conforme a disposição, agarrar um bom livro para ler ou apenas adormecer frente à televisão. Confesso-me culpada: escolhi a segunda hipótese. Sim, eu sei que foi uma má escolha, mas vejam se me entendem! O sábado foi uma desgraça completa. Ou sou eu que estou fragilizada ou então estou a ficar velha e chorona. Dois abanões e fico de rastos. Hoje ao acordar dou de caras com um dia de chuva. Ainda tapei a cara com o cobertor e dei mais duas ou três voltas na cama, mas quando espreitei de novo pelas frestas da persiana, o dia estava exactamente igual. Nem uma “nuance” (é francês mesmo, ou pensavam que eu estava a violar o acordo ortográfico!!) de azul para animar! Enfim, respirei fundo e saí da cama tentando animar-me com a ideia do pequeno almoço.
Acho que nunca mencionei aqui esta minha característica: todos os dias acordo com fome e o pequeno almoço é para mim, a melhor refeição do dia. Posso não almoçar mas a refeição da manhã não pode falhar. O conteúdo da mesma é normalmente constituído por uma taça bem cheia de leite à qual junto uma porção generosa de flocos integrais. A marca ... não digo! Publicidade não! a não ser que me paguem, e aí falarei maravilhas dos deliciosos flocos da K.... upssss, já me escapava!
Voltando então ao meu domingo ... depois do pequeno almoço, o café! Mais outro ritual que não pode falhar, e depois um giro ao supermercado para me abastecer de alguns petiscos que os meus gatos não dispensam: frango do campo, truta com espinafres e cenoura (para os vegetarianos) delícias de atum com molho especial (este até me abre o apetite a mim !!!). Enfim, uma hora e meia bem passada em corredores atravancados de gente que não tem mais nada para fazer numa manhã de domingo chuvosa. A caminho de casa já ía a pensar no cantinho do sofá que me aguardava após um almoço simplificado e rápido como se espera de uma mulher como eu.
Quando acendi o aquecedor na sala os bichanos ocuparam majestosamente os seus lugares. O Patudo na primeira fila junto ao aquecedor. Não sei como aguenta o calor no corpo durante tanto tempo!! A Shibiuza – Shibi para os mais íntimos – na lateral do sofá, de onde pode controlar todos os movimentos do companheiro e ainda antecipar as suas jogadas e eu, almofada atrás das costas e o jornal por perto, preparada para dividir a minha tarde entre a leitura das últimas notícias e os quarenta canais da televisão. A oferta televisiva de um domingo à tarde pode revelar-se inesperada, sobretudo quando adormecemos a ver o Bruce Willis e acordamos no enredo do Sem Rasto. Pela janela , a tarde não mostrava melhoras e o calorzinho do aquecedor adormecia qualquer iniciativa. Fui ficando e dizendo a mim própria que um dia não são dias ... e que talvez estivesse para começar um filme que ainda nunca tivesse visto ... e bla bla bla, bla,bla,bla ... e a noite caiu. Dei poi isso quando a luz da televisão me pareceu um farol no canto da sala, corri a persiana e o barulho acordou o gato que se espreguiçou no tapete.
Agora é uma da manhã e já passou mais um filme que por acaso (milagre !!!!!!!!!!!!!!) ainda não tinha visto. Baixei o som agora porque este que começou logo de seguida já o vi mais de quatro vezes (hoje querem afogar-nos em cinema ...) e os gatos estão na hora do recreio. Felizmente não tenho vizinhos no rés-do-chão ! já me teriam saneado e aos gatos também por causa destas corridas nocturnas ...
Acho que já não chove. Fez-se aquele silêncio tantas vezes povoado de inquietude e solidão. Pé ante pé o texto foi somando palavras. Os olhos perdem-se entre o ecrã do computador e o da televisão onde as imagens já minhas conhecidas se sucedem. Bem, afinal acho que ainda vou ver, pela quinta vez, o Carteiro de Neruda.

39 Comments:

Blogger Maria said...

Vejo-o.... as vezes que forem "oferecidas" pela TV. Se estiverem muito tempo sem dar, vou recorro ao video....
Huummm, temos pequenos almoços iguais, iguais.

Boa semana. Beijo.
(aqui chove)

2:20 da manhã  
Blogger wind said...

Espectacular prosa, com humor no princípio e depois uma bela descrição do dia.
O carteiro de Pablo Neruda vê-se sempre:)
Beijos

10:02 da manhã  
Blogger Alecrim said...

Um delicioso filme!

12:12 da manhã  
Blogger Oris said...

Uma luzinha brilhou e vim espreitar...
:)
Este é o sorriso com que fiquei depois de te ler.
Um dia que podia ser o meu também, mas sem os gatos...
Ontem apanhei chuva...foi por uma boa causa.

Beijitos

12:34 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

OH PÁ!!!

Eu que estou sempre em ansias para te ler, ontem não consegui dar a atenção merecida a este texto, ainda por cima cheio de humor.
È destes que eu gosto. Quando escreves [com um "ar" divertido e um humor que as mais das vezes, (gosto desta expressão] esconde uma pontinha de nostalgia.
SEja como fôr gostei muito de ler e olha não foi ontem, foi hoje que estou bem precisada de algo que me deixe bem disposta...

Bjs

Escrevi

9:16 da manhã  
Blogger Kalinka said...

OLÁ DULCE
penso que ainda não nos cruzamos em 2008, por isso, aqui te deixo os votos de Bom Ano 2008 com tudo aquilo que mais desejares.

Bem, o kalinka começa o Ano com regras, novidades, promessas, novas rubricas...enfim...há que mudar e inovar.
Fotos da minha autoria também.
Este fim de semana nem tive tempo para respirar, pois é o que acontece quando a cota pensa em (re)começar a estudar...o que será que isto vai dar?
Trabalho inicial que me deu cabo da cabeça, dos olhos, de tudo, mas aqui estou pronta para continuar.

Beijos c/pitada de Esperança

9:25 da manhã  
Blogger Ana Fundo said...

A Dulce no seu Melhor :-)
Adorei ler-te, mais uma vez!!!
Beijinhos doces

9:56 da manhã  
Blogger José said...

Um dia também bom para fazer ROMROM com os teus gatos.
Beijinhos doces, também

10:54 da manhã  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
e a chuva continua,
mais forte aiiindaaaaaaa,
,
xi
*

1:35 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

Comungo contigo da mesma opinião, o pequeno almoço é a melhor refeição. Cereais, sumo de laranja, pão torrado com queijo fresco e doce de Abóbora.. Fruta e um café claro.. Delta..isso , e eu gosto do comendador Nabeiro e posso fazer publicidade ao seu magnifico café.. Um beijinho, ell

2:24 da tarde  
Blogger YTMO said...

...adoro dias de chuva intensa, e vento...muito vento.
Também adoro as tuas palavras.
Bjs

10:11 da manhã  
Blogger TINTA PERMANENTE said...

É verdade que o Carteiro fica bem em qualquer tarde. Em qualquer domingo. Com chuva, também. Mesmo que, por qualquer desatino, nos apeteça vir para rua só para ser mais alguém que passa...
(curioso!, sempre acho, aqui, um ar melancólico a escorrer entre as palavras; mas, ao mesmo tempo, há uma Paz subjacente...)

abraço, amiga!

4:18 da tarde  
Blogger Su said...

não me canso de dizer.te....é um prazer imenso...ler.
.reler...sentir.......te

jocas maradas...sempre

9:18 da tarde  
Blogger perplexo said...

Pois eu não tive medo à chuva e «fui» almoçar a... Cacilhas. Já lá não ia há anos. Há tantos, que fiquei surpreendido de o Ginjal já não funcionar, ele que já tem ar de estar fechado há uns 3 ou 4 anos - tu me dirás. Dias de chuva são bons para circular com facilidade... Mas também para adormecer suavemente a ver um bom filme ou simplesmente a ouvir a chuva a cair.
Bj

10:23 da tarde  
Blogger viajante said...

Do Domingo não conto - se conseguisse, havia outro espaço - mas só fiquei com muita pena de não ter visto o Carteiro de Pablo Neruda.
O sono já não deixou. " Que raio de horários "

7:42 da manhã  
Blogger augustoM said...

Olá Dulce
Não sei se sabes da doença do Henrique, não é nada de bom e está internado no hospital de Leiria.
Um beijo. Augusto

2:04 da tarde  
Blogger des-encantos said...

pois é..
excelente o texto, a vivencia nem tanto.
Olha: eu não consigo estar um dia dentro de qquer casa, com chuva , neve , sol, vento....Haja ar.
haja gente...nem q seja nyum simples cruzar de 'olhos'.
Fica bem. O prox. domingo..
vai ser melhor..DIZEM!
bjs para além de mim

3:28 da tarde  
Blogger Vb said...

Olá Dulce..
Conforme já referi: e sempre a mesma qualidade e o mesmo encanto .
Belo texto relatando um dia de Domingo. Sabes, este teu texto transmite calor, aconchego, vontade de mandar embora o Patudo e ficar ronronando, ronronando molemente....
Beijinho e
Até breve!

9:38 da tarde  
Blogger Teté said...

Pois, também não sei se é da idade, mas agora se me sento a ver televisão... adormeço!

Excelente texto, aliás, como sempre... E pelos vistos também tens jeito para a fotografia, que a rosa está espectacular!

Jinhos!

11:34 da tarde  
Blogger A. Jorge said...

Consigo até imaginar o sorriso que fizeste enquanto escrevias este magnífico texto.

Um beijo

Jorge

http://vagabundices.wordpress.com/

10:57 da tarde  
Blogger Isabel said...

Uma doçura este teu texto. Vivenciei cada linha que li.
É tão bom, de vez em quando, podermos presentear-nos com estes singelos mimos mas tão reconfortantes.
Mas que sorte têm esses bichanos com tal dona?!

Beijinho

12:55 da manhã  
Blogger Maria said...

Tens lá na ilha um prémio para ti, Dulce...

Beijo

5:11 da manhã  
Blogger Kalinka said...

OLÁ DULCE
pode ser cansativo, dizer-te sempre a mesma coisa, mas adoro a tua escrita, falas dos teus momentos iguais ou idênticos aos de outras pessoas normais...
e, falaste de cinema, deste-me uma ideia, mas...já vai tarde; é que estive a responder a um desafio sobre cinema e...esqueci-me desse delicioso filme: O Carteiro de Pablo Neruda, é daqueles que posso ver vezes sem conta, adoro-o!!!

Por aqui já anoiteceu...e, rapidamente termina o fim de semana, como sempre...a voar!!!

Vim sorrateiramente convidar para espreitar o meu kalinka, acabei de responder a um desafio sobre cinema e...há muito a dizer, deixo apenas um pequeno apontamento:
SOBRE O FILME: O PIANO
Toca-me como se a minha pele fossem as teclas do piano.
Toca-me numa melodia única.
Toca o meu sexo com os tons de maresia e os meus seios com os tons de jazz.
Toca as minhas coxas entreabertas em portas de sedução
Toca os meus lábios em acordes de paixão.
ADOREI ESTE FILME.

6:52 da tarde  
Blogger Oris said...

:(

Esperava encontrar outro texto...
Fico à espera...

Boa semana.
Beijitos

12:08 da manhã  
Blogger Kalinka said...

Olá Dulce
Não é meu hábito andar a incomodar pedindo favores, mas tendo em atenção a situação da m/sobrinha, que aguarda a todo o momento um «transplante de coração» se puder vá ao blog dela e, responda ao questionário sobre «grupo sanguíneo» ela está a fazer uma sondagem que é muito importante para ela:
http://pikenatonta.blogspot.com/

Qual é o seu tipo de sangue?
Ou seja:
Se seu sangue contém Rh+ você pode receber de Rh+ e Rh-;
Se seu sangue contém Rh- você só pode receber de Rh-;
PS - Coloquei uma sondagem no blog, só por curiosidade... Agradecia a TODOS que pudessem responder pois não custa nada... MUITO OBRIGADA!!!!!
Respondam ao tipo: Ab, A, B ou O e depois ao Rh + ou Rh -
(tive algumas dificuldades em colocar a sondagem a 100% mas penso que já esteja, portanto o nº de votos total terá sempre que ser um nº par. Mais uma vez OBRIGADA!!!!!)

1:16 da tarde  
Blogger augustoM said...

Fui visitar o Henrique no sábado, está melhor mas não sabe quanto tempo precisa ainda de estar internado. O que queria sugerir era que lhe telefonassem para 922 037 128, sempre ajuda a passar o tempo e de que não está esquecido. Podes ligar da parte da tarde das 16 às 20 horas.
Um beijo. Augusto

1:56 da tarde  
Blogger despertando said...

Parece que me revejo, mas eu foi com o meu cão, a minha cadela enroscadinhos no sofá toda a tarde e com uma tigela enorme de pipocas acabadas de fazer.
Metade salgadas, metade doces... depois é só misturar.
Num próximo sabado como este, experimenta....

5:05 da tarde  
Blogger Bloga Comigo said...

Talvez tenha vindo para ficar se quiseres blogar comigo. Eu quero blogar contigo.
Bjos

9:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Mas afinal quando é que passamos para 2ª feira?????

Bjs.

Escrevi

10:10 da manhã  
Anonymous o sal da nossa pele said...

Olá... um bom post, giro, li duas vezes... tudo de bom...

2:00 da manhã  
Blogger Nilson Barcelli said...

Gostei da narrativa que fizeste do teu Domingo chuvoso. Sabes contar muito bem e, por isso, prendes o leitor.
Entretanto, já outro Domingo passou e bem solarengo...

Bom resto de semana, beijinhos.

9:51 da manhã  
Blogger Blog do Jornalista Josué Cardoso - Campina Grande(PB) said...

Parabéns poetisa pelo conjunto dos pensamentos que colocas em teus poemas. Te admiro

9:24 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

É sempre o mesmo encanto passar por aqui.. Fico deliciada, de alma presa..Parabéns pela forma deliciosa com que escreves..um beijinho, ell

8:13 da tarde  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Dulce, já não falamos á muito tempo!
Estive a ler o teu texto com muita atenção e adoreiiiiiiiiiiii
Está um dia lindo de Sol, tudo é mais bonito.
Aproveita-o.
Beijinhos de carinho e amizade.
Fernandinha

1:12 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Passei para te deixar um beijinho, um abraço apertado e reler o post. Hoje é domingo e faz sol. Para quando outro post?

Beijinhosssss

9:16 da manhã  
Blogger Isabel said...

Estranho a tua tão longa ausência.
Diz alguma coisa para que fiquemos tranquilos.
Passei para Te desejar uma óptima semana.

Bjnh

12:30 da manhã  
Blogger Ana Ramon said...

Olá Dulce, Aproveitei uma manhã livre de tarefas (ou melhor com as tarefas adiadas devido a uma espera inesperada) para vir visitar alguns amigos mais chegados. Sorri com este teu domingo tão calmo e pachorrento ainda que com alguns laivos de aborrecimento e auto-censura. Acontece-me o mesmo quando resolvo trancar-me dentro de casa e ficar sem fazer nada com aquela sensação estranha de sentir alguma culpa por haver sempre tanta coisa para fazer :))
Ao reparar nas datas, vi que não tens publicado nada ultimamente. Espero que não estejas ainda sentada em frente da televisão à espera de mais filmes com estes dias tão bonitos de sol.
Um beijinho grande

1:01 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

QUE BOM CHEGAR AQUI E TERNAMENTE PODER DESFRUTAR DESTE ESTE TEXTO, PROSA , BEIRANDO O POÉTICO..DELICIOSO, APETECE FICAR ASSIM, BEM ACONCHEGADA, COM GATOS POIS SIM.. uM BEIJINHO, ELL

10:09 da tarde  
Blogger luis manuel said...

Entretanto o silêncio, por vezes inquieto e solitário.
Mas tantas vezes acolhedor ou inspirador.
Dias que se querem confortáveis, fugindo da chuva que alimenta a terra, e ao mesmo tempo nos incomoda. O calor artificial. Os bichanos. A iniciativa adormecida.
Mas é bom ler palavras com um tom ligeiro e divertido.
Leitura de Domingo, naquele canto onde o nosso nome está escrito.
Um beijo, amiga

12:36 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home