sábado, dezembro 30, 2006

Limbo

Limbo.
Na concha das tuas mãos.
Limbo.
No abraço que acolhe a saudade.
Limbo.
No beijo que sacia o desejo.
Limbo.
Corpo - barco.
Afago.
Porto.

Abrigo!

12 Comments:

Blogger viajante said...

Limbo ou LINDO ?
escolho a segunda.
Beijos

11:20 da tarde  
Anonymous poetaeusou said...

METAMORFOSE ( 2 )
O teu Corpo.
Feito Concha.
Concha - Barco.
Com desejos de Afago.
Onde a Saudade.
Procurando Abrigo.
Com mãos de Limbo.
Num Porto Inutil.
De Esquecimentos.
poetaeusou(adaptador)

12:16 da manhã  
Blogger wind said...

Espectacular poema!
Altamente sensual e como se gosta de estar com o outro:)
beijos

1:27 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

nem sempre se chega a bom porto
nem sempre temos os pés no chão
mas há alturas
que o limbo
nos sabe melhor que tudo
feliz 2007
tudo de bom

3:07 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Bonito! Tudo de bom para 2007! Beijos.

7:29 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Abrigo!

É o que eu sinto quando leio as palavras que escreves...

Desejo-te Paz, Saúde e Amor no ano que aí vem.
Um beijo

12:49 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Também escolho LINDO!!

Feliz 2007!!

Beijo

5:59 da tarde  
Blogger Ana Fundo said...

Espectacular Amiga...
E que o Ano de 2007 seja o Ano do lançamento do tão desejado livro.
Beijos enormes
Ana Paula

7:13 da tarde  
Blogger luis manuel said...

Porto de abrigo... onde as mãos afagam a saudade e acariciam o desejo.
Um bom Ano de 2007

Um beijo, amiga

9:24 da tarde  
Blogger blugaridades said...

Lindo poema! A beleza das coisas simples. Quanto é difícil fazê-las.
Beijinhos

11:43 da manhã  
Blogger augustoM said...

No limbo andamos nós sempre.
Bom Ano Um beijo. Augusto

11:46 da manhã  
Blogger TINTA PERMANENTE said...

O Limbo é Esquecimento, dizem uns; linha perdida de qualquer horizonte inatingível, dizem outros. Mas há os que o sabem naquele lugar fugaz que leva à Eternidade...
Afectuosamente

12:28 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home