sábado, junho 03, 2006

Fim de noite


(Foto em www.trekearth.com)

Texto retirado

11 Comments:

Blogger wind said...

Adoro os teus textos assim intimistas. Nem os comento, delicio-me a lê-los e a "saboreá-los":) Beijos
PS: Costumo dizer essa frase às vezes;)

4:16 da tarde  
Blogger Ana Fundo said...

Lindo....
E como conheço essa esplanada, senti tudinho o que descreveste :-))
Beijos e até amanhã

6:45 da tarde  
Blogger lena said...

como adoro os teus textos Dulce, leio e releio e não me canso,
é um sentir dos teus momentos, como se estivesse sentada ao teu lado, um viver cada momento

como sabe bem dizer:dá-me o amanhã agora, dá-me o amanhã agora"

delicias quem te lê doce meinina

beijos muitos para ti e o meu abraço

lena

11:41 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Isso é pressa de viver!
Hoje tiveste o hoje, amanhã o amanhã, mas tanto hoje como amanhã poderás ter a recordação do ontem, do hoje, do amanhã. Espero que sejam boas essas recordações, porque afinal a vida é uma complexidade de coisas simples, apenas tornadas difíceis pelo próprio homem e saber dar o amanhã agora nem todos o sabem dar nem entendem como se pode dar o amanhã agora. Um bom domingo.

1:40 da manhã  
Blogger Carmem L Vilanova said...

Amiga, hoje passou para deixar-te muitos sorrisos para um fim de semana feliz!
Beijos... muitos!

2:11 da manhã  
Blogger lazuli said...

Como gostei de te ler..
Imaginei-me nessa esplanada, com os pensamentos a fluir, ou nem por isso. Apenas a estar.

5:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Fim de noite de um dia tavez feliz.

8:31 da manhã  
Blogger Su said...

adoro ler.te e isso me basta

jocas maradas de esplanadas

11:02 da manhã  
Blogger estoycomountren said...

Mi querida Dulce. No existe el mañana. El mañana es hoy.

Aprópiate del hoy para conseguir ese mañana que no llega.

Un beso.

5:10 da tarde  
Blogger contradicoes said...

O desejo de estar só contemplando a noite, misturada talvez com alguma brisa, isto acrescento-lhe eu, são motivos mais que suficientes para determinar a vontade de ficar. Sem dúvida um bom texto.

5:44 da tarde  
Blogger jorgesteves said...

A melancolia da tarde, com a noite, transmutou-se numa angústia palpável. Amanhã é o que está para além do que hoje não se adivinha. Esperemos que amanhã, apenas, seja dia...

amizade,
jorgesteves

3:37 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home