sexta-feira, março 10, 2006

...

"O primeiro beijo. Sabe a café, a vinho, a pasta de dentes ou a tabaco. Tudo deveria estar nele. Tudo está nele. Sabe-se tudo já no primeiro beijo. Se o amarás. Se te amará. Como fará e não fará amor. Tudo está na linguagem dos primeiros lábios. Se te tratará mal, como será o fim. Todo o abismo entre as almas está aí, a infinita distância entre duas línguas, o precipício entre as bocas. Se poderá ser ou não será. A história está escrita nos nossos lábios. Emociona-nos tanto que nos esquecemos de a ler."

RICO, Eugénia, "A idade secreta", Casa das Letras, Lisboa, 2006, p.30

(A autora recebeu Prémio Azorín, 2002, Finalista do Prémio Primavera de Romance, 2004 com este romance, e Prémio Espiritualidade, 2005)

10 Comments:

Blogger luis manuel said...

Quero o meu primeiro beijo
não quero ficar impune
e dizer-te cara a cara
muito mais é o que nos une
que aquilo que nos separa

Promete lá outro encontro
foi tão fogaz que nem deu
para ver como era o fogo
que a tua boca prometeu
pensava que a tua língua
sabia a flôr do jasmim
sabe a chicla de mentol
e eu gosto dela assim

"Ele" também sabe. Por isso compôs esta canção.

Diz-me tu...
Diz-me porque me esqueceste
Diz-me porque perdeste o meu sabor
Estava tudo naquele primeiro beijo...


Não foi a primeira vez que registei a/o autora/autor ou o livro.
Mas este entusiasmou-me demais.
Vou procurá-lo nas prateleiras.
Já.

Um beijo, amiga

2:23 da tarde  
Blogger Benjamim Gil said...

Olá Dulce!
Óptimo texto este. Que bom será se todos os beijos forem sempre os primeiros, não é?

Gil

3:06 da tarde  
Blogger jorgesteves said...

O beijo...
é bem uma confissão
que se segreda na boca
e se ouve no coração.
jorgesteves
http://www.contextualidades.blogspot.com

3:26 da tarde  
Blogger Su said...

deixo.te um beijo
jocas maradas

8:38 da tarde  
Blogger José said...

"A história está escrita nos nossos lábios."
acho que tambem nos nossos olhos, no nosso ser, no que somos realmente... numa infinita distância.
Não conhecia a autora, mas gostei muito, como sempre uma boa escolha.
Bjs.

9:10 da tarde  
Anonymous Sara said...

"Sabe-se tudo já no primeiro beijo. Se o amarás. Se te amará. Como fará e não fará amor. "
Bastará realmente um beijo?
Não conhecia a autora, mas como sempre fiquei surpreendida com a tua escolha! Será mesmo o beijo tudo isso ou algo mais?


"Inclina para mim os teus lábios
e que ao sair da minha boca
a minha alma volte a entrar dentro de ti."
de Denis Diderot


E quanto à tua pergunta no meu blog, aquele texto retirei-o de outro blog, que aliás é onde vou buscar quase todas as "obras de arte" que lá encontras, mas não dizia o autor!


Beijinho meu e da minha mae. Sara

P.S.: já soube que gostas-te do meu blog. Fico feliz. (:

12:01 da manhã  
Blogger wind said...

Concordo plenamente. beijos

3:03 da tarde  
Blogger lena said...

maravilhoso e só posso concordar, está um texto excelente, ainda não vi o livro. mas estou tentada em o adquirir

tens sempre partilhas excelentes Dulce que consegues, surpreender-me

a munha admiração por ti

beijinhos muitos


lena

7:14 da tarde  
Blogger Zecatelhado said...

O texto é muito bem escrito mas... não concordo nada.

Um @bração do
Zecatelhado

7:14 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

O beijo, para mim, é o contacto mais doce, perturbador e excitante. Mas nada me diz sobre o sentimento do outro. Só me diz do meu. Por isso não concordo com o texto, que está muito belo e bem escrito, mas que não coincide com o ser humano e o seu beijo. Um beijo para ti.

8:54 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home