domingo, fevereiro 26, 2006

...


"O desiquilíbrio, a desesperada consciência de não poder alcançar o que persigo, a beleza de um corpo vivo. Sentir isto como a verdadeira morte. Reconhecer uma vida dedicada ao que nunca foi possível. Continuar por inércia, por não poder de outro modo, com esforço, com dor. Tudo no passado. O futuro no passado."

PAIXÃO, Pedro, "Cala a minha boca com a tua", Livros Cotovia, Lisboa, 2002, p.48
(Foto minha)

8 Comments:

Blogger wind said...

O desespero dos dias sempre iguais. beijos

12:44 da tarde  
Blogger contradicoes said...

Mas estou aqui presente para desejar uma melhoria desse estado de espírito. Com um beijinho do Raul

1:15 da tarde  
Blogger vero said...

"... a desesperada consciência de não poder alcançar o que persigo..."
Beijinhos***

3:00 da tarde  
Blogger AS said...

Só quem desiste perde a chance de conseguir!...

Um beijo Dulce e bom domingo

3:24 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

'Continuar por inércia'. Isso não. Beijos, Dulce

8:36 da tarde  
Blogger leda said...

há dias assim...não desistas NUNCA do teu sonho...desejo-te um dia de SOL! Bji

9:59 da manhã  
Blogger AQUENATÓN said...

Bom dia, sobre as águas do Tejo... respirando a maresia.

Bji

10:50 da manhã  
Blogger lena said...

Pedro Paixão, a beleza das suas palavras, um reconhecimento à vida

beijinhos Dulce

11:27 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home