quinta-feira, novembro 02, 2006

Pesadelo

Texto retirado

9 Comments:

Anonymous poetaeusoup said...

Quantas das vezes, a Realidade, não passa de um Sonho.
Sonhar Liberta. Deixem-me Sonhar.
poetaeusou(sonhador)

9:43 da tarde  
Blogger wind said...

O que te impede ainda, ou que medo tens tu?:)))
Deliciosa prosa;)
beijos

10:54 da tarde  
Blogger escrevi said...

Descrição perfeita de um pesadelo.
Mas que medos te atormentam ainda para teres tais sonhos?
Nenhum fantasma, morto ou vivo, te vai impedir de ser feliz.

Mas é realmente frustrante que nos ofereças estas miseras linhas que não conseguem encobrir a grande escritora que revelas ser.

Um beijo.

11:05 da tarde  
Blogger mfc said...

Que medos nos assombram?
O não conseguirmos encontrar o outro ou o não nos conseguirmos encontrar?!

11:24 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Pesadelos assaltantes que bem descreves!! Beijos, bom fim de semana.

9:12 da manhã  
Blogger carlos peres feio said...

teoriza-se muito sobre os sonhos, e pessoalmente acho que são como um copo misturador de frutas, misturando as uvas e morangos que colhemos durante a vida!

pode orientar-nos sobre o tipo de fruta que deveremos continuar a colher...
abraço carlos

http://podiamsermais.weblog.com.pt/
http://aminhaverdadeiranatureza.blogspot.com/
http://peresfeio.multiply.com/

6:59 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Há febres que dão para muitos delírios...

7:07 da tarde  
Blogger Ana Fundo said...

Fantástica a tua descrição do PESADELO!!!
Beijos
Ana

7:55 da tarde  
Anonymous alexandreferreira14258@gmail.com said...

O melhor é mesmo não os ter, mas se se tem e se descrevm assim então é porque ficam na mmoria bem gravados! Espero que não te aterrorize.
beijinhos

3:22 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home