segunda-feira, outubro 16, 2006

...

"Tu disseste, mais tarde ou mais cedo deixaremos de falar com as palavras e os gestos. Neste mistério que somos parecerão inúteis. É para aí que vamos. E eu disse, as palavras sequestram tudo o que apanham, são ciumentas, irrompem por debaixo onde habita o silêncio que as sustém. É para aí que vamos."

PAIXÃO, Pedro, "Os corações também se gastam", Prime Books, Lisboa, 2005, p.23

8 Comments:

Blogger wind said...

Quando se chega a esse estado, atinge-se a plenitude de uma relação:)))
beijos

11:26 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Subscrevo o que a Wind diz. Sem dúvida. Beijos, Dulce.

8:37 da manhã  
Blogger anatema said...

Y cuando desaparecen las palabras y los gestos...¿ qué queda...?

Nada. Un sueño por realizar.

Me encantan la selección de tus textos, amiga.

Un abrazo.

10:14 da manhã  
Blogger axadresado said...

olá menina foi um prazer te-la conhecido.
bjs

2:54 da tarde  
Blogger both sides of the gun said...

este de bom só tem o título...
na minha opinião
que vale o que vale
obrigada pela visita

esta citção dpo Pedro, se procurares bem , as mesmas palavras estão noutro livro dele
infelizmente

e eu sou a maior fan dele....
beijos

3:46 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Belo....

4:29 da tarde  
Blogger Martek@x said...

Gostei muito...

6:25 da tarde  
Blogger Su said...

amei ler
jocas maradas

6:03 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home