segunda-feira, setembro 04, 2006

Fim de viagem

Escurece o dia. Passa a minha vida à desfilada na janela do comboio.
A Lua perfila-se vigiando os pensamentos. É minha cúmplice.
(Como é bom anoitecer ao teu lado ...)
Passo em revista os últimos dias. Descanso total.
Pensamentos felizes.
Mãos cheias de sorrisos.
Olhos plenos de carícias.
(Tão bela que está a Lua. Quase cheia ... só mais um pouco ...)
Passeios por ruas atapetadas de silêncio.
Palavras que esvoaçam ao encontro dos sonhos.
Sonhos que se transformam pela magia do querer.
(Tão bom estar aqui ... anoitecer contigo ...)
Lua cheia. Lua plena que me leva no seu rasto.
(... adormecer contigo ...)

6 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

A cumplicidade da Lua! Bonito. Anoitecer, adormecer...Beijos.

2:32 da tarde  
Blogger escrevi said...

Só uma palavra

Lindo

Bjs

3:17 da tarde  
Blogger viajante said...

Há viagens que não têm fim.

3:18 da tarde  
Blogger José said...

É bom viajar contigo nestas viagens de palavras e pensamentos.
É confortante vir a este cantinho e viajar por Além de mim. Definição, Se, Fim de viagem; tudo palavras de uma Dulce que gosto de ler.
Sem dia e hora anunciada, já existe uma fila à espera de livros… não, não são os escolares, são os teus!
Beijos.

3:21 da tarde  
Blogger wind said...

Dois "diálogos", nocturnos e lunares belíssimos, onde cada um se complementa , apesar de aparentemente serem diferentes.
beijos

4:02 da tarde  
Blogger Worldinare said...

São tantas as coisas que observamos, tantos os pensamentos que nos ocorrem quando nos sentimos a girar em torno do mundo, mesmo que o ponto de paragem seja já ali.
E por de trás de tudo isso, segue um “cúmplice” que viaja sem pedir licença. É o “sentir” que tudo tem um sentido quando passamos a observar os detalhes e ai começa uma viagem sem fim…

8:56 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home